Seu corpo passou por maus bocados ao lidar com o parto, um coquetel de mudanças hormonais e privação extrema do sono. Não é à toa que você está se sentindo entorpecida.

Como é se sentir exausta

Algumas mulheres comparam estas sensações de exaustão intensa a terem sido atropeladas por um ônibus ou corrido uma maratona. É um cansaço como você nunca sentiu antes: seus músculos se sentem pesados e doloridos, seu cérebro está confuso e tudo parece um esforço enorme.

Se atualmente está se sentindo assim, lembre-se de que isso é completamente normal e, aos poucos, você vai se adaptar. Da mesma forma, lembre-se de que é importante cuidar de si mesma também e vá com calma.

10 dicas de sobrevivência

Eis alguns indicadores para ajudá-la a passar por esta fase esgotante.

  • Deixe seu companheiro sentir a pressão: sim, o bebê também é dele. Deixe que ele se encarregue da mamada da noite (se você estiver amamentando, tire um pouco de leite para que seu companheiro possa dar ao bebê em uma mamadeira – recomendado após os 6 meses de aleitamento exclusivo) e das trocas de fralda, de abastecer a geladeira e fazer o jantar – a responsabilidade não é toda sua.
  • Seja egoísta: pode parecer que você está continuamente se preparando ou arrumando depois de uma rodada interminável de visitas. Tente limitar as visitas nas primeiras semanas.
  • Tire um cochilo: não há do que se envergonhar em se deitar na hora do almoço se você tiver passado metade da noite acordada, tire um cochilo à tarde ou deite-se mais cedo para dormir um pouco antes da mamada noturna.
  • Relaxe: encontre um período de 30 minutos para fazer algo exclusivamente para si mesma – mesmo se for simplesmente tomar banho, pintar as unhas, assistir a um programa de TV ou ler o jornal.
  • Faça exercícios: uma série curta de exercícios, inclusive uma rápida caminhada ao redor do quarteirão com o carrinho de bebê, pode animá-la. Quando nos exercitamos, o corpo libera endorfinas de “bem-estar” que melhoram a disposição. Experimente.
  • Coma bem: não pule as refeições e mantenha-se bem hidratada – seu corpo precisa de líquidos e energia para as demandas intensas de ser uma mamãe. Uma dieta equilibrada com bastantes frutas e verduras frescas é muito importante, principalmente se você estiver amamentando. Coma carboidratos complexos também, incluindo pão e macarrão integrais, que liberam energia lentamente, e evite petiscos doces que provocam um aumento do açúcar no sangue.
  • Evite álcool: Você poderá pensar que uma taça de vinho vai ajudá-la a relaxar à noite, mas o problema é que afetará a qualidade do sono posteriormente e fará com que você se sinta mais cansada no dia seguinte.
  • Limite a cafeína: Se você beber 6 ou mais xícaras de chá ou café ou de outras bebidas ou alimentos que contenham cafeína por dia, isso poderá afetar seu sono.
  • Peça ajuda: peça que os familiares e amigos cozinhem para você, passem as roupas, cuidem do bebê ou limpem a casa.
  • Não exagere: não seja ambiciosa demais com sua lista diária de “afazeres”. Você acabará se martirizando se não conseguir trocar de roupa e preparar um sanduíche. Se você não conseguir ir ao supermercado, agende uma entrega on-line. Seja gentil consigo mesma.

Quando a exaustão pode ter outra causa

 Às vezes, porém, se sua sensação de exaustão persistir durante meses e realmente se tornar debilitante, você deverá informá-la ao médico, já que poderá haver uma causa médica subjacente.

As causas comuns incluem:

  • Anemia por deficiência de ferro: se você estiver com pouco ferro, seu corpo não produzirá hemoglobina, as células vermelhas do sangue que transportam oxigênio pelo corpo, de modo suficiente.  Você se sentirá cansada e seus músculos parecerão pesados e doloridos. Peça ao médico para fazer um exame de sangue. Se houver deficiência, ele poderá prescrever comprimidos de ferro.
  • Problemas de tireoide: o cansaço pode ser um sintoma de uma glândula tireoide hipoativa. Isso significa que a glândula tireoide não está produzindo o suficiente de um hormônio chamado tiroxina, que estimula o consumo de oxigênio e o metabolismo em todas as células e tecidos. Peça ao médico para examinar a função da sua tireoide. Se houver deficiência, ele poderá prescrever tiroxina.
  • Depressão/ansiedade: sentir-se exausta pode ser um sintoma de depressão ou ansiedade. Por isso, mencione o que você está sentindo para o médico. Você poderá precisar de aconselhamento ou de uma terapia comportamental cognitiva ou análise para ajudá-la a lidar com isso.

História De Mãe

Eu me sentia esgotada nas primeiras oito semanas depois de dar à luz. Parecia que meu corpo todo estava dolorido, eu estava irritada com meu companheiro e queria muito dormir. Ficar sem dormir me afetou de uma maneira ruim. Eu sonhava em fazer check-in em um hotel e dormir em um quarto escuro por oito horas. Lidei com isso ao aceitar as ofertas de ajuda dos familiares e dos amigos, e ao tirar cochilos. Também corria nas manhãs de sábado quando meu companheiro estava em casa.

Mãe de um bebê de seis meses.

 

Referências

  1. http://www.rcpsych.ac.uk/healthadvice/